segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Meu quarteliê, meu cantinho, meu lugar de terapia,onde esqueço o mundo parte 1


Oi gurias, tudo bem?
Devem estar pensando:
A Circe ainda vive?
Pois é meninas o tal de facebook, whatss e instagram me afastaram um pouco daqui, mas andei meio ocupada também com outras coisas.
Mas vamos a postagem de hoje.
Minha filha era dona desse quarto, mas chega um tempo que os passarinho querem voar e eu me adonei literalmente do ninho.
Vejam que a parede não foi toda pintada de lilás,
Como dissemos aqui na minha terra eu dou um doce prá quem adivinhar o motivo.
Bingo!
Havia um roupeiro ali, e lógico que ela não iria tirar do lugar prá pintar.





Mais cenas de horror,

  E a bagunça se instalou  de tal forma que me parecia impossível deixar esse ambiente habitável até mesmo para minhas linhas e tecidos.


Esse é o roupeiro que falei.
Ele é grande e por isso coloquei muita coisa lá dentro.
No momento é impossível mostrar o interior, se é que me entendem,
Coisa horrenda.
Mas com vontade, muito suor e mão na tinta eu resolvi esse problema.
Assistam as cenas dos próximos capítulos.
Bjs

Nenhum comentário:

;

..